Parece estranho, mas cachorros podem desenvolver esse hábito. Eles podem comer suas próprias fezes ou as de outros animais da casa. Além de desagradável para os humanos, esse costume pode ser perigoso para o bicho, especialmente se o cocô estiver contaminado por bactérias ou parasitas que possam causar doenças.

Esse comportamento aparece por diversas razões, que variam de acordo com a idade, genética, treino, dieta, saúde e condições de vida do animal. A mais comum dessas razões é o desequilíbrio nutricional. A segunda, tédio, seguido de ansiedade e solidão. Alguns cachorros também podem comer suas fezes como uma maneira de limpar o espaço, principalmente se eles sabem que podem ser fisicamente punidos.

Aqui estão 4 maneiras para você evitar que isso aconteça:

CORTE O ACESSO AO COCÔ
Se o seu animal tem acesso ao jardim ou quintal de casa, garanta que o gramado esteja sempre livre de fezes, principalmente de outros animais que possam passar por lá. Também deixe o local que reservou para seu pet fazer as necessidades sempre limpo. Procure tirar o cocô de lá assim que perceber que está sujo. Quanto menos acesso ele tiver, menos chances terá de conseguir comer.

OFEREÇA UMA DIETA BALANCEADA
Se o seu cachorro receber uma alimentação completa em nutrientes, ele não precisará procurar por eles em outra fonte. Uma ração de boa qualidade dá conta do recado. Evite dar comida de humanos ao seu pet sem a supervisão de um médico veterinário.

ESTABELEÇA HORÁRIOS PARA AS REFEIÇÕES
Um horário fixo para comer combina direitinho com uma dieta balanceada. Se o seu cachorro come sempre nos mesmos períodos, também fará cocô regularmente nos mesmos horários. Isso facilita a supervisão do momento em que ele vai ao “banheiro” e te ajuda a limpar as fezes logo após serem feitas. Durante esses momentos, experimente deixar seu cachorro preso na coleira. Assim fica mais fácil evitar que ele coma as fezes com facilidade. Esse método é conhecido como “on-leash supervision”, o que quer dizer “supervisão com coleira”.

EXERCITE SEU ANIMAL
Cachorros entediados têm mais chances de sofrer de problemas comportamentais, por isso é importante ajudá-lo a gastar energia. Um passeio por dia pode ajudar muito, assim como um horário reservado para brincadeiras (vocês pode jogar uma bola para ele correr atrás) ou uma sessão de treino de comportamento. Quanto mais alternativas você oferecer, menos chances de o seu cachorro comer suas próprias fezes. Se você não tem tempo de brincar com seu animal, pode contratar uma pet sitter ou levá-lo para uma creche, onde há gente disponível para esse tipo de atenção.

 

Fonte: Pet Pals Dog Training