Quem tem pet em casa, já sabe: é como ter uma criança. Mexem em tudo, mordem tudo, brincam com tudo. Por isso, é preciso tomar alguns cuidados antes de deixá-los sozinhos em casa. Confira algumas dicas e se ausente com tranquilidade:

MÓVEIS
O primeiro cuidado que você tem que tomar é com a segurança do seu pet, principalmente gatos, que costumam subir em móveis e andar por estantes e prateleiras. Parafusos soltos, prateleira quebrada, lascas de madeira e móveis que não suportam o peso do animal podem causar acidentes.

Objetos de decoração quebráveis devem ser mantidos foram do alcance dos pets, que muitas vezes não conseguem esquivar de pedaços de vidro ou cerâmica.

JANELAS
Se você tem gato, as telas de segurança são imprescindíveis e sua necessidade é inquestionável. Se você tem um cachorro pequeno, não esqueça que ele pode usar móveis para alcançar a janela e dar uma espiadinha no que acontece lá fora. Quando sair, não esqueça de deixá-las fechadas.

ELETRICIDADE
Não deixe fios ao alcance do seu amigão, principalmente se ele for um daqueles cachorros que roem tudo. O ataque a um fio pode causar choques e ferimentos na boca do animal.

PRODUTOS DE LIMPEZA
Nunca deixe seu pet brincar com esponjas – elas causam obstrução intestinal e consequentemente, a morte. Atenção também com produtos químicos, que podem ser tóxicos. Quando sair de casa, certifique-se de que todo o material de limpeza está fora do alcance do seu bichinho.

BRINQUEDOS
se você tem filhos, evite deixar brinquedos que podem ser engolidos pelo chão. Atenção para pelúcias com olhos de plástico, que são facilmente arrancados por um cachorro brincalhão. Até mesmo os brinquedos para pets podem se tornar vilões caso não sejam adequados à idade e tamanho do animal.