Um estudo recente realizado na Universidade de Kyoto, no Japão, indica que cães podem perceber quando uma pessoa não é confiável. Depois que tira sua conclusão, o animal para de obedecer aos comandos daqueles que julga desonestos.

A cientista que liderou o estudo, Akiko Takaoka, diz ter ficado surpresa com o resultado dos experimentos, aplicados em 34 cães. “Eles têm uma inteligência social mais sofisticada do que pensávamos. Isso evoluiu seletivamente na longa história que esses animais têm com o ser humano”, fala em entrevista à BBC Earth.

Para o pesquisador John Bradshaw, da Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha, o principal ponto do estudo japonês é o fato de que esses animais gostam de coisas previsíveis e, se ficam sem saber o que vai acontecer, podem se tornar agressivos ou medrosos. ““Cachorros cujos donos são inconsistentes costumam apresentar distúrbios de comportamento”, afirma.

Segundo o cientista, está provado que cães são inteligentes, mas é preciso estar atento às diferenças entre as inteligências humana e canina. “Cachorros são muito sensíveis ao comportamento humano, mas eles têm menos pré-concepções. Eles vivem no presente e não refletem sobre o passado de maneira abstrata, assim como também não planejam o futuro”, conclui Bradshaw.