Cães e gatos possuem a audição muito mais sensível do que a nossa, por isso se assusta tanto com sons de fogos de artifício. O barulho pode causar transtornos de ansiedade e medo em alguns animais, por isso é preciso saber como agir em dias de jogos de futebol, festas juninas, réveillon, etc.

Treinamento prévio
Se na sua vizinhança é comum que soltem fogos em dias de jogo ou se o período de festas está se aproximando, você pode treinar o seu pet e fazê-lo associar o barulho a coisas boas.

Em dias tranquilos, coloque sons de fogos em volume mais baixo e faça com que esse momento seja de diversão para o seu amigo: dê petiscos, brinque com ele e faça muito carinho. Aos poucos, vá aumentando o volume.

Mas é importante que você respeite os limites do seu animal. Se ele ficar muito assustado, diminua o som até um volume em que ele se sinta confortável.

Foto: Reprodução / Huffington Post

Foto: Reprodução / Huffington Post

Na hora dos fogos
Certifique-se de que todas as portas e janelas estão bem fechadas. Isso evita que o seu bichinho consiga fugir. Se ainda assim achar que ele pode conseguir sair, não esqueça de colocar uma placa de identificação presa na coleirinha.

Deixe o animal em um lugar em que ele se sinta seguro e confortável.

Não deixe seu pet preso. Ele pode se machucar ao tentar fugir.

Ligue rádio, televisão, ventilador ou outras coisas que possam ajudar a abafar o som que vem de fora.

Se ele se esconder, respeite. Não tente tirá-lo do esconderijo. Se ele está ali, é porque se sente mais seguro daquele jeito.

Não pegue ele no colo para consolá-lo. Isso não ajuda, pois faz com que ele associe medo a carinho.

E se eu não estiver em casa?
Se você estará fora e sabe que o seu pet pode ficar assustado com os fogos, cetifique-se de que ele terá acesso aos espaços da casa em que costuma passar mais tempo e onde poderá sentir seu cheiro.

É comum que o animal procure por você, por isso redobre o cuidado ao fechar portas e janelas para evitar acidentes.

Em casos de medo extremo, procure um veterinário. Ele poderá prescrever um tranquilizante para que o seu amigo mantenha a calma.