Uma das principais preocupações de quem tem um gatinho de estimação é o corte das unhas. Os bichanos têm as unhas muito finas e afiadas, que vão destruindo tudo o que tem pela frente, além, é claro, de arranhar o dono.

Como o gato doméstico, aquele que é mantido dentro de casa, sem acesso à rua, não tem a necessidade de usar as garras para se defender, nem mesmo escalar árvores durante brincadeiras ou em momentos de fuga de predadores, o ideal é mantê-las mais curtas.

Em geral eles não gostam de cortar as unhas, mas, com o tempo, acabam se acostumando. É um processo simples e rápido, que não requer a ajuda de profissional, apenas um pouco de prática.

Em qualquer pet shop pode ser encontrado um cortador adequado, que não custa caro, Entretanto, não sendo possível utilizá-lo, pode ser utilizado um corta-unhas normal ou até mesmo um alicate para cutículas.

O ideal é que o felino esteja relaxado, tranquilo, e que o dono use de um tom de voz igualmente calmo.

Diferentemente das unhas de outros animais, a dos gatinhos estão ligadas a um osso (falange). Nessas passam vasos sanguíneos que, se cortados, podem provocar hemorragia e dor. Esta zona é conhecida como sabugo. Portanto, é muito importante saber onde deve ser feito o corte.

Puxe o “dedo” do seu gatinho para trás, de modo a expor toda a unha e deixar o sabugo evidente. Você vai ver uma parte absolutamente transparente, e, logo abaixo uma parte mais rosada. Este é o nervo, que deve ser preservado. Então você deve efetuar um corte preciso apenas na parte transparente. Se o bichano ficar estressado, não insista e retome o procedimento mais tarde.

unha do gatinho heliana

Caso ocorra um acidente, nada de pânico. Umedeça um algodão em água oxigenada e mantenha no local até o estancar o sangramento. Se o problema se agravar, procure um médico veterinário.

Ah! lembre-se, as unhas dos gatinhos estão em permanente renovação, por isso você verá capas de unhas pela casa. Não se assuste, isso é normal.