Os pets estão com tudo nas novelas da Globo e ganham até status de galãs. Embora, obviamente, eles não tenham diálogo, estão sempre tão presentes que acabam roubando a cena a cada capítulo. Muitas vezes o objetivo é  apenas o de emprestar um pouco mais de graça à trama, mas alguns conseguem conquistar quase tanto destaque quanto os atores com quem atuam.

É o caso dos cachorrinhos Tito e Aladim, que dão graça às novelas “Haja Coração” e “Êta Mundo Bom”, respectivamente. Mas o que dizer da porquinha Lili e do burro Policarpo, que também estrelam a trama das 18h? É sempre bom vê-los em destaque, não é mesmo?

Há poucos dias, a atriz Mariana Ximenes admitia em entrevista que sempre quis ter um cachorrinho, mas se vê impedida pela rotina intensa de trabalho. Entretanto, a partir da convivência com Tito, o bichinho de estimação da personagem Tancinha, uma feirante a quem ela dá vida em Haja Coração, garante estar seduzida e propensa a levar um peludo para casa, em breve.

Tito é um belo cãozinho da raça Jack Russell Terrier, que, na vida real se chama Endless Summer Gucci, tem 1 ano de idade, e chegou a fazer dois testes para entrar na novela de Daniel Ortiz.

Os cães dessa raça são considerados muito inteligente, de fácil aprendizado. Contudo, são cheios de energia e precisam não apenas de exercícios físicos intensos, mas também de atenção e brincadeiras. Vida sedentária não combina com os Jack Russel.

Já na novela “Êta Mundo Bom” são três os bichinhos a chamar a atenção, começando por Policarpo, o burro, que na verdade se chama “Juca”, amigo e companheiro de Candinho (Sergio Guizé), protagonista do enredo. O animal parece saber o que está interpretando e age com a maior serenidade diante das câmeras.

porquinho

Tem ainda a porquinha Lili, que vive grudada em Mafalda, personagem de Camila Queiroz, que se diz “apaixonada” pela leitoa. Segundo a atriz, foi amor à primeira vista e, quando a porquinha se estressa, nas gravações da novela, Camila a põe no colo e fica tudo bem . A atriz diz que já teve vários bichinhos de estimação, de todo tipo: cachorro, galinha, coelho, hamster… mas uma porquinha, é a primeira vez.

Mas o chihuahua Aladim, é mais que um cachorrinho de estimação do garotinho Cláudio (Xande Valois), da trama das 18h, é o amigo de todas as horas, do menino triste e solitário, que se locomove em uma cadeira de rodas. Aladim tem exercido papel fundamental sobre a vida de menino que ganhou novo ânimo para tentar voltar a andar.

Não bastasse o desenrolar da história, o ator mirim Xande Valois acalentava o sonho de ter um cachorrinho na vida real, desejo que não era compartilhado por sua mãe. Aladim passou a frequentar a casa do ator para que houvesse uma interação maior entre ambos e tantos foram os pedidos e apelos que a mãe de Xande findou por permitir a entrada de um cachorrinho na família. O ator ganhou no início de junho um peludo também da raça chihuahua, muito parecido com Aladim, que se chama Tico, em homenagem ao primeiro personagem vivido por Xande na televisão. Tico tem deixado os dias de Xande bem mais alegres.