O quadro Sala de Empregos do Jornal Hoje (Globo), desta segunda-feira (23)  mostrou como algumas pessoas estão usando da criatividade para driblar a crise econômica e ganhar dinheiro comercializando produtos para pets. Se você não assistiu, veja aqui. Quem sabe a matéria pode lhe inspirar a empreender nesse segmento:

“É a vida que os bichanos pediram a Deus e o trabalho que Renata Costa sempre sonhou. Ela, que adora gatos, virou cat sitter, uma babá que entra em ação quando o dono dos animais está ausente: ‘Eu brinco com eles, reponho a ração, higienizo o banheirinho deles. Toda essa interação que faço eu registro por fotos e vídeos e mando para o cliente’”, conta.

Cada visita dura em torno de uma hora e custa a partir de R$ 65. Renata tem clientela garantida e não reclama de crise: “Eu tenho bastante cliente e atendo durante o ano todo”.

No caso da webdesigner Níobe e da advogada Denise foi o amor pelos cachorros que motivou um novo negócio. Tudo começou quando elas decidiram pesquisar novos ingredientes e receitas para a cachorrinha Mamá, que estava doente. Deu tão certo que as duas se especializaram em preparar guloseimas para os bichinhos.

São salgadinhos, bolos, biscoitos e brigadeiros feitos com farinhas integrais, quinoa e alfarroba para substituir o chocolate. Tudo desenvolvido com consultoria veterinária. Elas vendem as misturas pré-prontas até para outros estados e, em Fortaleza a sensação são os kits para festinhas de aniversário dos pets. “A média é de 30 aniversários por mês. Em março, a gente quase dobrou esse número e eu acho que só tem a crescer o mercado pet”, comemora Denise.

Os kits de aniversário custam entre R$ 65 e R$ 120. Elas entregam em domicílio. Por causa do sucesso nas vendas, um ano depois de terem começado o negócio, a advogada e a webdesigner já fazem planos de mudar de profissão. “Vamos ser cãofeiteiras”, diz Denise

A repórter Cláudia Gaigher mostra como a criatividade e uma rede de amigos pode colaborar com o trabalho. A Rosângela de Souza da Costa, design de interiores, não conseguiu trabalhar na sua área de formação, e para ganhar dinheiro, começou a fazer almofadas das carinhas dos emojis do Whatsapp. O valor das almofadas varia de R$ 5,50 a R$ 30. Hoje, ela já tem tem cerca de 60 encomendas por dia e faz as vendas pela internet.”

Se preferir, pode conferir a matéria aqui.