Uma das mais sérias doenças quem acometem gatos selvagens ou domésticos é a rinotraqueíte, um mal responsável por aproximadamente 45% das infecções respiratórias identificadas em felinos. O problema é transmitido por meio de vírus (herpesvírus felino tipo 1, ou  FeHV-1), que atinge o trato superior dos gatos, geralmente se manifestando no primeiro ano de vida, e mais acentuadamente em filhotes,  cuja imunidade é mais baixa.

A doença é extremamente contagiosa entre os bichanos  (mas fique tranquilo, pois o gato não passa a doença para o homem) e a sua principal forma de contágio é a proximidade de animais infectados com outros sadios, como acontece nos casos de gripe entre os humanos, através de contato com as secreções do nariz ou olhos, também podendo ser transmitida indiretamente por espirro.

De acordo com médicos veterinários especializados no trato com os felinos, as fêmeas prenhes  contaminadas com o vírus podem sofrer aborto.  Mesmo curado, o animal sempre será portador do vírus, podendo sofrer recaídas quando submetido a situações de estresse. Iniciado o tratamento, sempre sob orientação médica, os sintomas tendem a desparecer entre uma e três semanas.

PRINCIPAIS SINTOMAS
Os principais sintomas da rinotraqueíte felina são similares aos de uma gripe, com espirros, secreção nasal, dificuldades para respirar, febre e desidratação. É comum também o animal apresentar secreção nos olhos e dificuldade para abri-los. Há ainda perda de peso provocada por fastio.  As secreções podem se tornar purulentas por infecções bacterianas oportunistas, que se aproveitam da fragilidade do animal. Com o quadro agravado, o gatinho pode chegar a perder a visão, uno ou bilateral.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
O médico veterinário deve ser acionado tão logo surjam os primeiros sintomas, para que possa ser prescrita a medicação mais indicada, que deve incluir antibiótico e colírio. Apenas o veterinário pode avaliar o animal de maneira correta e identificar o estágio da doença.

Existe vacina para o mal, a herpevirus, que, no Brasil está inclusa no plano de vacinação de felinos.