Um lugar para deixar os animais estimação pode ser um fator complicador ao programar uma viagem, seja ela a trabalho ou a lazer. Os hotéis para pets podem ser impessoais e desconfortáveis para os cães e não são indicados para gatos, que normalmente não gostam de sair de casa e têm dificuldade de adaptação a novos ambientes.

O serviço de pet sitting chega como uma solução para esse tipo de problema. As “babás de animais” cuidam dos pets no conforto da casa de cada um e oferecem serviços como reposição de água e alimentos, higienização do ambiente, escovação, brincadeiras, administração de medicamentos e passeios, além de envio de fotos e vídeos para os donos saudosos.

A comunicóloga Annie Sampaio foi pioneira em Salvador. Ela conheceu o serviço nos Estados Unidos, durante um intercâmbio. Quando voltou, constatou uma oportunidade de negócio. “Percebi que os donos de gatos tinham grande dificuldade de viajar por nunca saberem o que fazer com seus filhotes”, conta.

Annie Sampaio brinca com um dos seus clientes (Foto: Acervo Pessoal)

Annie Sampaio brinca com um dos seus clientes (Foto: Acervo Pessoal)

Annie se autointitula ‘babá de gatos’, mas aceita cuidar de cachorros quando há um acordo com o tutor do animal. Já Mariana Gadelha, da Bicho em Casa, não tem nenhuma restrição em relação à espécie. “Já cuidei de gatos, cachorros e peixes, mas adoraria cuidar de bichos exóticos”, diz.

Confiança
As babás de animais trabalham na casa do cliente quando ele não está, o que pode causar um certo estranhamento no primeiro momento. Por isso, tanto Annie quanto Mariana fazem uma visita prévia ao tutor. “Este primeiro contato é fundamental para o estabelecimento da confiança mútua”, explica Mariana, que aproveita a oportunidade para ser apresentada aos animais. “Mas muitos clientes chegam a nós através de indicação, então já temos um laço de confiança pré-existente”, completa.

 

Mariana Gadelha, da Bicho em Casa, cuida de Amy, schanuzer da cliente Mônica Cajahyba (Foto: Acervo Pessoal)

Mariana Gadelha, da Bicho em Casa, cuida de Amy, schanuzer da cliente Mônica Cajahyba (Foto: Acervo Pessoal)

SERVIÇO
Annie Sampaio Cat Sitter
Fecebook: www.facebook.com/catsitter.salvador
Preço: de R$ 40 a R$ 60, a depender da localização do cliente

Bicho em Casa
Facebook: www.facebook.com/bichoemcasa.salvador
Preço: a partir de R$ 35